Melhores Conhaques

Uma bebida intensa no sabor e no aroma, e que combina muito bem com os dias frios! Hoje vamos conhecer tudo sobre os melhores conhaques, conhecido como o “ouro líquido”. 

O conhaque é uma bebida sofisticada, produzida a partir da destilação do vinho e que possui características bem marcantes. É conhecido por ser uma bebida forte,  já que seu sabor é bastante presente, por ser um destilado de uva, além disso, possui graduação alcoólica alta, que varia entre 36% a 60%.

Ele também aquece o corpo e é muito apreciado por pessoas com gosto refinado, que toleram bem uma bebida destilada intensa! Vai muito bem após as refeições, pode ser tomado puro ou misturado com outras bebidas.

Acompanhe nosso tour pelo conhaque, conhecendo os seus aspectos de história e de produção para você saber como comprar e apreciá-lo da melhor forma.

Melhores Conhaques de 2024

Origem e História do Conhaque

História dos Conhaques

Tudo começou na França, em meados do século XIII e sua origem está muito relacionada à fabricação de vinho, já que a bebida é um de seus derivados no processo de destilação. 

O conhaque era conhecido antigamente como “vinho queimado”, já que sua produção é semelhante a isto, sendo destilado e aquecido duas vezes. Depois de popularizado, também ficou conhecido como brandy, principalmente quando é produzido em outros países além da França.

A história da destilação de bebidas no mundo é muito antiga, tendo como maior precursor a arabia, com o mulçumano alquimista Geber, mas a técnica logo se popularizou no mundo todo, criando-se uma diversidade de bebidas e sabores diferentes. 

Descoberta a partir do vinho

O conhaque não foi intencionalmente fabricado, na verdade, ele surge a partir de uma necessidade de conservação de um vinho específico muito delicado produzido na França há muitos séculos atrás. 

A história conta que na região de Cognac, na França, havia grande produção de um tipo de vinho branco mais delicado, com menor graduação alcoólica (por isso mais fácil de ser deteriorado). Ele era exportado com maior demanda principalmente para a Grã-Bretanha.

A produção, conservação e exportação desse vinho era bem complicada, desde a taxação imposta na França em cima de produtos exportados, assim como também a conservação da bebida era muito difícil. 

Aí surge a ideia de inovar na fórmula, o vinho passou a ser destilado, aumentando sua concentração alcoólica e o consumidor final deveria misturar com água para apreciá-lo. 

Porém, um pouco dessa bebida destilada do vinho ficou em alguns barris, esquecidas, vamos dizer assim, e passando pelo processo de envelhecimento natural em barris durante alguns anos.

O resultado, inesperado pelos produtores, foi uma bebida muito intensa no aroma, com coloração caramelo e excelente sabor que chegou a agradar aos paladares de degustadores de vinhos mais exigentes!

Cognac, a região que “descobriu” a bebida é que origina o seu nome… conhaque. Além disso, os conhaques dessa região são os favoritos e os mais famosos no mundo.

Produção

Processo de Produção do conhaque

Se o conhaque é uma bebida derivada do vinho, seu meio de produção também é muito semelhante. Porém, se difere nos detalhes, principalmente com o aprimoramento de seu processo de destilação e envelhecimento. 

Hoje a bebida é feita a partir de um vinho que já é preparado para a finalidade de conhaque, portanto, há diferenciais do vinho comum. Conheça agora mais detalhes da produção:

Ingredientes que originam o conhaque

As uvas brancas vão ser o principal ingrediente do conhaque, em especial uvas de qualidade Ugni blanc, Colombard e Folle Blanche. Essas uvas são bem suaves, dificilmente utilizadas para produção de vinho, já que suas características são mais aproveitáveis para destilação.

A colheita e local de cultivo das uvas é um fator bem importante que denota a qualidade do conhaque. Por isso, considera-se bastante os conhaques de origem francesa, onde o clima favorece a frutificação de uvas. 

Mas, também outros países que se especializaram no cultivo das uvas e na produção do vinho que dará origem ao conhaque!  

Alguns conhaques hoje também são produzidos a partir de frutas diversas, como ameixa, pêssego, damasco, cereja, amora e maçã. São bebidas mais refrescantes, ideais para consumir geladas.

Fermentação e destilação

O processo de fermentação é que irá transformar os açúcares das uvas em álcool, nessa fase surgem também os constituintes de aroma e sabor das bebidas. 

Já o processo de destilação é que irá constituir a característica do conhaque. A destilação é o aquecimento do líquido fermentado, processo que separa o álcool e torna a bebida mais pura e própria para o consumo.  

O conhaque é destilado duas vezes, por isso é conhecido como o “vinho aquecido”. 

Envelhecimento

Esse é um dos processos mais importantes do conhaque e há diferentes formas de envelhecimento que resultam em uma bebida com características diferentes. 

Conhaque sem envelhecimento: geralmente feito de frutas diversas, são menos intensos no sabor e possuem uma tonalidade mais clara. 

Single barrel: o mais tradicional método de envelhecimento, feito em barris de carvalho. Nesse processo o tom da bebida fica entre o dourado e caramelo comum e sabor intenso.

Sistema de soleras: esse sistema é feito com barricas de madeira empilhadas, método utilizado principalmente na Espanha e Portugal. O sistema é dinâmico, acelera o envelhecimento, e impacta em um sabor e aromas suaves.

Classificação de envelhecimento

Um aspecto bem importante a se considerar nos conhaques é a sua classificação de envelhecimento, ou seja, o tempo em que a bebida ficou em barris.

Existem 3 classificações:

V.S (Very Special) *** (3 estrelas): É envelhecido por 2 anos, a idade mínima do conhaque tradicional de uvas, feito em barris de carvalho, sendo uma bebida mais suave.

V.S.O.P. (Very Special Old Pale) ou Reserve: Envelhecimento mínimo de 4 anos, considerado mais aprimorado, com sabor de suave para intenso. 

X.O (Old Extra) ou Napoléon: Envelhecimento mínimo de 10 anos o período mais longo. Essa bebida é mais intensa no sabor e tom de cor que é mais escurecido. Os conhaques podem ficar em barris por até 60 anos!

Tipos de conhaques

Os conhaques variam conforme o tipo de produção, país de origem e demais características que impactam no sabor e qualidade da bebida. 

Veja quais são os conhaques mais conhecidos e seus diferenciais:

Cognac: o original

Esse é o mais tradicional e fiel conhaque, traz o nome de sua região, a Vila de Cognac da França. Ele passa pelo processo de destilação 2 vezes e é envelhecido em barris de carvalho por, no mínimo, dois anos. 

O sabor desse tipo de conhaque varia de leve a intenso, é uma bebida macia, e a intensidade depende do tempo de envelhecimento, conforme sua classificação: Very Special (VS), Very Special Old Pale (VSOP) ou Old Extra (XO).

 Armagnac: mais intenso no sabor

O Armagnac também é de origem francesa, é uma região que fica ao sul de Bordeaux. A bebida agrada aos paladares mais exigentes e experientes, devido a alta qualidade na seleção das uvas para produção.

Além disso, esse tipo de conhaque é destilado apenas 1 vez, isso faz com que a bebida tenha características de sabor mais presente, já que não destilada quanto em outros processos. Não é tão macio quanto o Cognac, chega a ser mais aveludado e profundo no sabor.

O tempo de envelhecimento costuma ser acima de 4 anos, porém o envelhecimento é mais rápido que o Cognac, que pode ficar até 60 anos em barris. 

Brandy: o conhaque mais popular 

Um conhaque brandy é todo tipo de conhaque produzido a partir de uvas que não são específicas de Cognac ou de Armagnac. Portanto, pode ser produzido por outros países. 

A diferença é a qualidade da uva que irá impactar, certamente, no sabor, sendo mais variável e difícil de apurar suas características, já que isso varia conforme cada produção. 

Na prática, o processo de destilação e envelhecimento segue os critérios padrões de conhaques francês, com pequenas modificações.

Grappa: o conhaque italiano

A Itália também produz ótimas uvas e, claro, ótimos conhaques, conhecidos como Grappa. A diferença é a qualidade da uva, além disso, usa-se o bagaço da fruta, cascas e sementes (mais rústico), e também pode ser feito com uva tinta!

O sabor é variável, mas é conhecida como uma bebida um pouco mais fresca que o cognac e seu aroma é mais frutado, com notas florais.

Calvados: doces e aromáticos

Esses são conhaques mais modernos, conhecidos pelo sabor mais doce e aroma mais presente, foge um pouco do sabor tradicional. Porém, a intensidade de sabor é bastante presente. Além disso, é o mais apreciado para degustar com charutos. 

Como consumir o conhaque

Qual o Melhor Copo para Tomar Conhaque_

Diferente do vinho, o conhaque é uma bebida mais versátil, pode combinar com outras bebidas para misturar. Porém, os degustadores mais típicos preferem consumi-la pura. 

Veja dicas para apreciar a bebida:

Conservação

Para conservar o conhaque o ideal é uma temperatura ambiente, entre 10º e 20º, a bebida não deve ficar exposta nem às altas temperaturas e nem ao frio intenso. 

Como servir a bebida

O ideal é usar um copo adequado, o cálice de conhaque é mais arredondado, com a base larga para contato com a mão. Em contato com a mão, a bebida é levemente aquecida, isso faz soltar o aroma e sabor, também pode dar uma leve agitada para liberação das notas aromáticas. 

Aquecer o conhaque com uma vela

A prática de aquecer o conhaque na vela é bem antiga, um método que desperta o aroma e sabor da bebida, aumentando a sua concentração, além disso, permite que você sinta ainda mais o calor do conhaque. 

Coquetéis e misturas

Por ser uma bebida mais versátil, também é possível fazer drinks, coquetéis e demais misturas que ficam uma delícia. As misturas agradam a diferentes gostos, por isso, são ótimas para festas, eventos especiais e comemorações. 

O conhaque combina bem com frutas cítricas como limão e laranja, assim como amêndoas, ervas, até chocolate, café e outras bebidas cremosas.

Veja algumas dicas de bebidas conhecidas com conhaque:

Coquetel French Connection: Um clássico com conhaque e amaretto, possui sabor de amêndoas, também pode ser servido com gelo. 

Sidecar: Um coquetel antigo feito com conhaque brandy, licor de laranja, xarope de açúcar e suco de limão, possui sabor cítrico.

Choconhaque: Maravilhoso drink para o inverno, com chocolate derretido, creme de leite e conhaque!

Também é possível fazer misturas com café, limão, mel e demais drinks como Sangria, Caipirinha, Clericot de vinho branco e muito mais.

Harmonização do conhaque

O conhaque é uma ótima bebida para servir após as refeições, até mesmo refeições pesadas, pois ele ajuda no equilíbrio de sabores, suavizando e harmonizando alguns pratos. Conheça algumas dicas.

Pratos para harmonizar com conhaque

Carnes vermelhas: carne de pato, carnes assadas, bifes, filé mignon, tiras e presuntos são ótimas combinações com conhaques mais suaves de sabores florais. 

Chocolates: chocolate amargo, com baunilha ou fondues de chocolate são excelentes com conhaques mais fortes. 

Queijos: Se você quer um petisco para comer enquanto toma conhaque, uma tábua de queijos é uma ótima pedida! Os queijos mais suaves, combinam com conhaques menos envelhecidos, e quanto mais intenso o sabor do queijo, harmoniza melhor com conhaques mais velhos.

Conhaque e charuto, uma combinação clássica

Essa é uma combinação bem tradicional, degustadores de charuto apreciam muito conhaque e vice-versa. Os charutos cubanos acompanhados de uma dose de conhaque se harmonizam muito bem, graças ao sabor e aroma intenso de um bom cognac. 

Receitas com conhaque

Outra possibilidade de consumir conhaque é em receitas de seus pratos favoritos! Sim, isso é totalmente possível, você pode fazer desde chocolate quente até strogonoff. 

A bebida vai muito bem em cremes, sendo bastante apreciada em sobremesas e alguns pratos. 

No inverno é possível fazer chocolate quente, fondue de chocolate, suflê de chocolate, toffee, pavê, crepe e outras receitas francesas que incorporam muito bem a bebida, resultando em uma saborosa sobremesa quente. Além disso, é possível preparar milk shake no verão, gelatina ou usar sua criatividade!

Como escolher os melhores conhaques

Para escolher um bom conhaque, tenha em mente a ocasião de consumo, se é uma festa, uma comemoração, um evento romântico ou se deseja apenas degustar uma boa bebida. Para cada situação, um tipo de conhaque. 

Portanto, conheça dicas para você comparar entre os conhaques:

  • Conhaques clássicos para degustação pura;
  • Conhaques para drinks e coquetéis;
  • Teor alcoólico;
  • Tempo de envelhecimento;
  • País de origem;
  • Tradição na produção e destilação da bebida.

Essas são algumas dicas e informações importantes para você considerar na hora de escolher um conhaque especial para a ocasião, saiba mais detalhes sobre esses aspectos:

Conhaques clássicos para degustação pura

Os conhaques que valem a pena serem degustados de maneira clássica, ou seja, puro, liberando intensidade de sabor e aromas, são os conhaques produzidos da forma mais tradicional e envelhecidos por longos anos.

Conforme já vimos na classificação de envelhecimento de conhaques, as bebidas V.S.O.P. (com mais de 4 anos) e X.O (com mais de 10 anos), serão as bebidas mais complexas, com notas degustativas mais acentuadas, portanto, são ótimas para o consumo puro. 

E a forma mais tradicional de produção é a bebida destilada duas vezes e envelhecida em barril de carvalho. Produtores mais tradicionais preferem barris de carvalho que já foram usados, isso melhora ainda mais o sabor, diminuindo a sua acidez.

Porém, alguns conhaques, como o Armagnac é destilado somente uma vez, resultando em uma bebida mais forte e acentuada no sabor. 

Além disso, a coloração também é uma característica importante para considerar, tons mais claros de caramelo e dourado são conhaques mais suaves, tons mais escuros revelam uma bebida mais encorpada, com maior acentuação no sabor.

Infelizmente, os conhaques mais nobres e tradicionais são bem mais caros, facilmente é possível encontrar bebidas a um preço de 1000 reais ou mais. Porém, são conhaques fabricados por produtores com experiência há mais de séculos!

Conhaques para drinks e coquetéis

Se você busca um conhaque para fazer drinks, coquetéis, receitas ou para qualquer tipo de mistura, prefira as bebidas mais suaves com sabor menos intenso. 

Essas bebidas são mais versáteis, já que se equilibram muito bem com outras bebidas e até alimentos.Os conhaques mais suaves são aqueles envelhecidos durante menos tempo, sendo menos complexo no sabor e com personalidade mais equilibrada. 

Você pode optar por conhaques “brandys” que são feitos não apenas na França, mas em diferentes locais do mundo. Além disso, o preço correspondente a um bom conhaque para misturas serão aqueles com bom custo-benefício. 

Quanto ao processo de destilação, prefira conhaques destilados até duas vezes, sendo esses mais puros e com sabor mais limpo, sem tanta presença da uva.

Os conhaques frutados, produzidos a partir de frutas variadas, como maçã, pêssego, etc, são ótimos para compor receitas e drinks!

Teor alcoólico

Já sabemos que a graduação de álcool dos conhaques pode variar, em média, entre 36% a 60%. Quanto maior a graduação, logicamente, maior a presença de álcool no sabor, deixando a bebida mais forte. 

Apesar dos conhaques atingirem alta concentração alcoólica, a legislação brasileira impede a comercialização e consumo de bebidas com mais de 54% de teor alcoólico. 

Portanto, fique atento a essa informação na embalagem, conhaques com mais de 40% são considerados os tradicionais, e com mais 54% são considerados ilegais no Brasil!

Tempo de envelhecimento e sabores

O processo de envelhecimento do conhaque, como já vimos, trará mais amadurecimento no sabor e aroma da bebida. Mas você precisa levar em consideração o seu gosto e preferência no sabor, tudo depende se você prefere mais suave ou mais intenso.

Como já vimos, há uma classificação específica para cada idade do conhaque, você pode observar isso no rótulo da garrafa, se não tiver a classificação, significa que passou, no mínimo, dois anos em barris de madeira.

Vale lembrar que maturação ou envelhecimento é um processo que proporciona uma evolução no sabor do conhaque, lhe conferindo mais personalidade, mais aroma e complexidade em suas notas degustativas. 

Porém, o envelhecimento deve ser feito, especialmente, em barris de madeira (sendo preferencial o carvalho), em um sistema bem específico para essa finalidade. O conhaque, após engarrafado, não irá “envelhecer”. 

Os conhaques com menor tempo de envelhecimento são considerados menos agressivos no sabor, são mais macios, leves e com coloração mais clara. Já os mais velhos estão envolvidos pela madeira por muito mais tempo, por isso, o sabor é bem mais concentrado e possuem cor mais escura. 

Para iniciantes no consumo da bebida, a dica é começar com os conhaques com tempo de envelhecimento menor, já que são menos complexos em suas notas, assim você pode aprimorar o paladar, apreciando o aroma e sabor mais suave, até degustar uma bebida mais velha e complexa. 

País de origem

A França é o país de origem do conhaque, como já vimos, local onde o cultivo das uvas é mais propício, o que resulta em uma bebida com sabor realmente incomparável. 

Mas, atualmente muitos outros países já conseguem produzir o “ouro líquido” dos franceses com toda qualidade que essa bebida requer, cultivando as uvas e garantindo uma produção e destinação adequada para o conhaque.

Alguns países que também são fortemente reconhecidos pela produção de conhaques são: África do Sul,  Espanha, México e EUA. 

O Brasil também é um ótimo produtor, um dos conhaques brasileiros mais conhecidos é o Dreher, que leva a cana de açúcar como um de seus principais ingredientes, resultando em uma bebida muito aromática e sabor muito agradável!

Tradição na produção e destilação da bebida

Um bom degustador de conhaque também irá comparar a tradição que envolve o processo de fabricação da bebida. O que envolve o cultivo das uvas, destilação e envelhecimento. 

Existem fabricantes que fazem isso há mais de 3 séculos, são reconhecidos mundialmente pela qualidade no cultivo, na seleção de matéria-prima e procedimentos utilizados para fazer a bebida. 

Portanto, esses são também aspectos relevantes a se considerar na hora de adquirir um bom conhaque!

Melhores e Mais Vendidos Conhaques para Degustar e Provar em 2024

1
Brandy Miolo Imperial 750 ml
  • Teor alcoólico de %
  • Modelo do produto:
  • Brandy Miolo Imperial 750 ml
  • Tamanho do produto: 750 ml (Pacote de 1)
  • Marca: Miolo
2
Osborne Brandy De Jerez 700 Ml
  • Cognac ideal para curtir bons momentos
  • Vem com 700ml
  • Produto na categoria de destilados - conhaque
  • Proibido para menores de 18 anos
3
Macieira Conhaque 700Ml
  • Em 1865, José Guilherme Macieira estabeleceu a sua empresa com o propósito de negociar vinhos, destilados, azeites e vinagres. Vinte anos mais tarde, em 1885, a empresa dá início à sua própria produção e lança o então chamado “conhaque MACIEIRA”. A idéia de produzir um “conhaque” em Portugal foi de José Maria Macieira filho do fundador que estudava enologia em França e que persuadiu o seu pai a dar início à produção e comercialização de conhaques. No início do século XX, MACIEIRA já simbolizava o conhaque e era a marca preferida do “connaisseur”. No final da 2ª Grande Guerra, Portugal abastece a França, sem stocks de conhaque, iniciando se a exportação de grandes quantidades de Macieira, não só para França, como para o resto do mundo incluindo Brasil.
  • Sem safra
  • Aguardente vinica
  • Aparência: Cor: Castanho dourado ligeiramente mais forte que a cor do whisky.
  • Aroma: Herbal forte e seco com um toque de baunilha e anis.
  • Paladar: Sabor frutado ligeiramente licoroso e com paladar amadeirado
Oferta5
Conhaque Dreher 900ml
  • Beba com moderação. Venda e consumo proibidos para menores de 18 anos.
  • Ingredientes do produto: Aguardente composta com gengibre, destilado alcóolico de cana-de-açúcar e extrato vegetal aromático de gengibre
  • Marca do produto: Dreher
6
Osborne Kit Brandy De Jerez Sabor 700 Ml
  • Conteúdo alcoólico (alc/vol): 0.36
  • Volume: 700 mililitros
  • Fabricado pela marca Osborne
  • Garantimos a qualidade do produto
Oferta7
Domecq Coquetel Composto 1L
  • Cognac ideal para curtir bons momentos
  • Vem com 1l
  • Produto na categoria de destilados - conhaque
  • Proibido para menores de 18 anos
Oferta8
Osborne Carlos I Brandy De Jerez Solera Gran Reserva Sabor 700Ml
  • Ideal para curtir bons momentos
  • Vem com 700ml
  • Venda proibida para menores de 18 anos
10
Hennessy Very Special 700 Ml
  • Hennessy ideal para curtir bons momentos
  • Vem com 700ml
  • Produto na categoria de destilados - conhaque
  • Proibido para menores de 18 anos

Conclusão

Para quem deseja uma bebida especial para ter em sua casa e apreciar sabores e aromas únicos, o conhaque é ideal para você. 

Além de muito sabor, são bebidas nobres, alguns conhaques possuem até uma garrafa com design único, que lembram um frasco de perfume, esse é um tipo de garrafa clássica e que remete também a conhaques mais nobres e sofisticados.  

Porém, nem só o formato da garrafa significa qualidade, considere também os aspectos já vistos até aqui e que com certeza ajudarão na escolha de um ótimo conhaque!